quinta-feira, setembro 11, 2014

Entrevista com o técnico do Garibaldi, Joel Cavalo


         Hoje o nosso Bate Bola é com o técnico do Garibaldi Joel Cavalo ! Ele vai contar aos leitores do PELEIA FC um pouco sobre sua carreira e também como está sendo o trabalho no clube. Confira a primeira parte da entrevista exclusiva com o profissional!


>>> Conte um pouco para os leitores do PELEIA FC sobre a carreira do Joel Cavalo ?
Divulgação
Joel: Joguei como atleta profissional de futebol por quase vinte anos interruptos, Veranópolis por onze anos chegando a disputar as semi-final do gauchão no ano de 1997,1998 e 1999 jogando quase 500 jogos pelo clube, joguei também em Clubes como: Brasil de Pelotas, São Luiz de Ijuí, Caxias,  Esportivo dentre outros daqui do RS. Também joguei no Criciúma e Chapecoense. No Rio de Janeiro, no Fluminense tendo com técnico Carlos Alberto Pareira e joguei a Copa Nordeste pelo Fluminense de Feira de Santana, encerrando minha carreira como atleta profissional no ano de 2008 a partir dai comecei a especializar para o comando técnico, trabalhei com base e formação de atletas em Veranópolis até o ano de 2011, como técnico trabalhei no Atlético de Carazinho, no Prudentópolis, por dez meses, no caxias de Joinville SC, fiz um estagio com Julinho Camargo no ano de 2013 no Vec, e dirigi a o Garibaldi no mesmo ano.

>>> Desde quando você está no Garibaldi e uma avaliação até o momento ?
Joel: Fui para Garibaldi no ano de 2013 para ser o técnico da equipe na segundona, voltei esse ano na ultima rodada do segundo turno no jogo AGE x 15 De Campo Bom, onde só a vitória interessava para passar de fase ganhamos de dois a um, no mata-mata jogamos contra o São Gabriel onde fomos eliminados com um empate em Garibaldi e uma derrota por dois a zero em São Gabriel. Voltei a dirigi o Garibaldi nas competições regionais do segundo semestre, Copa RS e Serrana, no mata-mata fizemos dois grandes jogos contra a excelente equipe do esportivo onde o gol qualificado em Garibaldi deu a classificação para o Esportivo. No momento temos seis pontos na Copa Serrana.

>>> Como é a realidade do grupo hoje ?
Joel: A nossa realidade não foge das maiorias dos clubes pequenos do interior do Estado, o clube  tem uma estrutura para se fazer futebol, tenho trabalhando comigo dois grandes profissionais um na preparação física Silvio Rogério e outro na Preparação de goleiros o Samuel, temos um mescla de jogadores jovens com alguns experientes que são o caso do Renato Benatti e o Mateus Gamarra, os outros são todos jovens alguns com um grande potencial.

>>> O que você vê que o futebol do interior poderia melhorar ?
Joel: Com certeza se fala de muitas coisas que poderiam ser feitas para melhorar o futebol no nosso interior, investimentos, maior apoio da FGF, liga independente da FGF entre outras, mas com certeza uma faz a grande diferença é fazer o Futebol por AMOR, antes da Lei Pelé o futebol no nosso Estado ou Preferencialmente no interior do RS era feito por AMOR ao esporte o atleta tinha identificação com o clube com a cidade muitos atletas eram formado na cidade ou da região isso criava uma identidade para o clube o atleta vinha a ter passe livre com 32 anos e ele não era tido veterano e sim estava no auge da carreira quando um menino da base era chamado para participa apenas de um treino com a equipe profissional era motivo de orgulho, hoje se baseia em interesse e mais interesse por todas as partes,  é o cúmulo o menino que  não foi trabalhado não foi preparado e não jogou em lugar nenhum não tem  nenhuma experiencia e ja tem procurador ja tem empresario e dai ele acha que já sabe tudo. 

        Confira na sexta-feira a segunda parte da entrevista com o técnico Joel Cavalo !

Um comentário:

Fabiana Marangoni disse...

É isso ele sabe muito bem o que fala e conhece e domina muito bem o assunto.Abraços continua firme em suas convicções que o que aprendeu e que passa a frente ninguém tira de você.