domingo, julho 20, 2014

Presidente do Santa Cruz fala sobre a situação financeira do clube: "É preocupante, mas temos condições de sanar"


            Dando sequência a nossa entrevista Exclusiva com o novo presidente do Santa Cruz, Tiago Rech, hoje ele vai comentar a situação financeira da equipe, que segundo o mandatário é "preocupante", mas nada diferente de outros clubes do interior. Ele também vai detalhar os projetos para o seu mandato. Confira o BATE BOLA

>>> Como está financeiramente o clube, já que a gente sabe que muitas equipes tem dificuldades no interior ?
Tiago Rech: A situação financeira do clube é preocupante, mas acredito que temos todas as condições de sanar as dívidas. A maior preocupação tem sido o aumento das ações trabalhistas, tanto que uma das primeiras atitudes que tomei foi reunir, organizar e estruturar meu departamento jurídico. Espero não deixar nenhuma pendência para a próxima gestão.

>>> Quais são os seus projetos no comando do clube ?
Tiago Rech: O principal projeto eu já consegui realizar: futebol o ano inteiro. Agora, é trabalhar, manter o foco, montar nossa espinha dorsal para fazer uma excelente Divisão de Acesso em 2015. Em atividade, com uma equipe jovem e cheia de talentos locais, acredito que vamos recuperar o torcedor, por isso vamos colocar em prática um plano de sócios (hoje o clube conta apenas com conselheiros). Espero que com o fim da Copa, as atenções das empresas e patrocinadores volte para os clubes locais, das suas comunidades, das suas cidades. Eles merecem a valorização. Aliás, se tiver alguma companhia interessada em apoiar o projeto de um apaixonado jovem de 27 anos, que pretende transformar o Estádio dos Plátanos em um ponto de encontro da comunidade e que também pretende ver o seu clube como uma das maiores forças do RS, estou à disposição. É sempre bom comprar ações na baixa e lucrar na alta. Trabalho, inovação e comprometimento não faltarão.

>>> Vocês trabalham com o orçamento limitado para a Copinha ?
Tiago Rech: Falando exclusivamente da folha dos jogadores e comissão técnica, nosso orçamento é de R$ 20 mil por mês. Praticamente 20% do gasto mensal da Divisão de Acesso deste ano. Mas os atletas tem compreendido que o excelente trabalho deles neste semestre provavelmente será premiado no ano que vem, quando lutaremos pelo acesso.

Um comentário:

leandro stracke nando disse...

A um jovem do futebol que tenha todas bênçãos de deus em seu trabalho que tudo se realize E O TORCEDOR E CONSELHO TENHA A QUE AJUDAR O CLUBE NESTA HORA DE REFORMULAÇÃO E RECONSTRUÇÃO PRETENDIDA DO ESTÁDIO .